peoples.ru

A Noiva Da Cidade



"Tutu-Maramb no venha mais c
Que a me da criana te manda matar"
"Tutu-Maramb no venha mais c
Que a me da criana te manda matar"

Ai, como essa moa descuidada
Com a janela escanc ...

A Rita




A Rita levou meu sorriso
No sorriso dela
Meu assunto
Levou junto com ela
E o que me de direito
Arrancou-me do peito
E tem mais
Levou seu retrato, seu trapo, seu prato
Que papel!
Uma i ...

A Volta Do Malandro





Eis o malandro na praa outra vez
Caminhando na ponta dos ps
Como quem pisa nos coraes
Que rolaram dos cabars

Entre deusas e bofetes
Entre dados e coronis
Entre parangols e patr ...

A Voz Do Dono E O Dono Da Voz



At quem sabe a voz do dono
Gostava do dono da voz
Casal igual a ns, de entrega e de abandono
De guerra e paz, contras e prs
Fizeram bodas de acetato - de fato
Assim como os nossos avs
O ...

Acorda Amor



Acorda amor
Eu tive um pesadelo agora
Sonhei que tinha gente l fora
Batendo no porto, que aflio

Era a dura, numa muito escura viatura
Minha nossa santa criatura
Chame, chame, chame l
...

Almanaque



menina vai ver nesse almanaque como que isso tudo comeou
Diz quem que marcava o tique-taque e a ampulheta do tempo disparou
Se mamava de sabe l que teta o primeiro bezerro que berrou
Me ...

Amor Barato




Eu queria ser
Um tipo de compositor
Capaz de cantar nosso amor
Modesto

Um tipo de amor
Que de mendigar cafun
Que pobre e s vezes nem
Honesto

Pechincha de amor
Mas que eu fa ...

Ana De Amsterdam



Sou Ana do dique e das docas
Da compra, da venda, da troca das pernas
Dos braos, das bocas, do lixo, dos bichos, das fichas
Sou Ana das loucas
At amanh
Sou Ana, da cama
Da cana, fulana, b ...

Anglica



Quem essa mulher
Que canta sempre esse estribilho
S queria embalar meu filho
Que mora na escurido do mar

Quem essa mulher
Que canta sempre esse lamento
S queria lembrar o tormento
...

Apesar De Voc

You know

our love was meant to be

the kind of love that lasts forever.

And I want you here with me from tonight

until the end of time.

You should know

everywhere I ...

Apesar De Voce

Crescendo) Amanha? vai ser outro daa x 3



Hoje voca a quem manda

Falou, ta? falado

Na?o tem discussa?o, na?o.

A minha gente hoje anda

Falando de lado e olhan ...

Apesar De Voce

Crescendo) Amanha? vai ser outro daa x 3



Hoje voca a quem manda

Falou, ta? falado

Na?o tem discussa?o, na?o.

A minha gente hoje anda

Falando de lado e olhan ...

Apesar De Voc



Hoje voc quem manda
Falou, t falado
No tem discusso
A minha gente hoje anda
Falando de lado
E olhando pro cho, viu
Voc que inventou esse estado
E inventou de inventar
Toda a escuri ...

As Vitrines



Eu te vejo sair por a
Te avisei que a cidade era um vo
-D tua mo
-Olha pra mim
-No faz assim
-No vai l no

Os letreiros a te colorir
Embaraam a minha viso
Eu te vi suspirar de a ...

Atrs Da Porta

(Chico Buarque, 1970)

Hoje voc quem manda

Falou, t falado

No tem discusso

A minha gente hoje anda

Falando de lado

E olhando pro cho, viu

Voc que inventou de ...

Atrs Da Porta

(Chico Buarque, 1970)

Hoje voc quem manda

Falou, t falado

No tem discusso

A minha gente hoje anda

Falando de lado

E olhando pro cho, viu

Voc que inventou de ...

At O Fim




Quando nasci veio um anjo safado
O chato dum querubim
E decretou que eu tava predestinado
A ser errado assim
J de sada a minha estrada entortou
Mas vou at o fim

Inda garoto deixei de ...

Basta Um Dia




Pra mim
Basta um dia
No mais que um dia
Um meio dia
Me d
S um dia
E eu fao desatar
A minha fantasia
S um
Belo dia
Pois se jura, se esconjura
Se ama e se tortura
Se tritura, se a ...

Bastidores





Chorei, chorei
At ficar com d de mim
E me tranquei no camarim
Tomei o calmante, o excitante
E um bocado de gim

Amaldioei
O dia em que te conheci
Com muitos brilhos me vesti
Depois ...

Bem Querer



Quando o meu bem querer me vir
Estou certa que h de vir atrs
H de me seguir por todos
Todos, todos, todos os umbrais

E quando o seu bem querer mentir
Que no vai haver adeus jamais
H d ...

Bicharia



Au, au, au. Hi-ho hi-ho.
Miau, miau, miau. Cocoroc.
O animal to bacana
Mas tambm no nenhum banana.
Au, au, au. Hi-ho hi-ho.
Miau, miau, miau. Cocoroc.
Quando a porca torce o rabo
P ...

Boi Voador No Pode



Quem foi, quem foi
Que falou no boi voador
Manda prender esse boi
Seja esse boi o que for

O boi ainda d bode
Qual a do boi que revoa
Boi realmente no pode
Voar toa

fora, fora ...

Brejo Da Cruz



A novidade
Que tem no Brejo da Cruz
a crianada
Se alimentar de luz

Alucinados
Meninos ficando azuis
E desencarnando
L no Brejo da Cruz

Eletrizados
Cruzam os cus do Brasil
Na rod ...

Bye Bye, Brasil



Oi, corao
No d pra falar muito no
Espera passar o avio
Assim que o inverno passar
Eu acho que vou te buscar
Aqui t fazendo calor
Deu pane no ventilador
J tem fliperama em Macau
Tom ...

Cara A Cara




Tenho um peito de lata
E um n de gravata
No corao
Tenho uma vida sensata
Sem emoo
Tenho uma pressa danada
No paro pra nada
No presto ateno
Nos versos desta cano
Intil

Tir ...

Cara a Cara

(Francis Hime - Chico Buarque, 1972)

Quando olhaste bem nos olhos meus

E o teu olhar era de adeus

Juro que no acreditei

Eu te estranhei

Me debrucei sobre teu corpo e duvi ...

Carolina


Carolina
Nos seus olhos fundos
Guarda tanta dor
A dor de todo esse mundo
Eu j lhe expliquei que no vai dar
Seu pranto no vai nada mudar
Eu j convidei para danar
hora, j sei, de aprove ...

Clice

(Chico Buarque, 1971)

Amou daquela vez como se fosse a ltima

Beijou sua mulher como se fosse a ltima

E cada filho seu como se fosse o nico

E atravessou a rua com seu passo tmid ...

Clice

(Chico Buarque, 1971)

Amou daquela vez como se fosse a ltima

Beijou sua mulher como se fosse a ltima

E cada filho seu como se fosse o nico

E atravessou a rua com seu passo tmid ...

Com Acar, Com Afeto



Com acar, com afeto
Fiz seu doce predileto
Pra voc parar em casa
Qual o qu
Com seu terno mais bonito
Voc sai, no acredito
Quando diz que no se atrasa
Voc diz que operrio
Vai em ...

Construo

(Chico Buarque, 1969)

Tenho um peito de lata

E um n de gravata

No corao

Tenho uma vida sensata

Sem emoo

Tenho uma pressa danada

No paro pra nada

No pres ...

Construo

(Chico Buarque, 1969)

Tenho um peito de lata

E um n de gravata

No corao

Tenho uma vida sensata

Sem emoo

Tenho uma pressa danada

No paro pra nada

No pres ...

Construo


Amou daquela vez como se fosse a ltima
Beijou sua mulher como se fosse a ltima
E cada filho seu como se fosse o nico
E atravessou a rua com seu passo tmido
Subiu a construo como se fosse m ...

Corrente




Eu hoje fiz um samba bem pra frente
Dizendo realmente o que que eu acho

Eu acho que o meu samba uma corrente
E coerentemente assino embaixo

Hoje preciso refletir um pouco
E ver qu ...

Cotidiano



Todo dia ela faz tudo sempre igual
Me sacode s seis horas da manh
Me sorri um sorriso pontual
E me beija com a boca de hortel


Todo dia ela diz que pra eu me cuidar
E essas coisas que ...

Clice



Pai, afasta de mim esse clice
Pai, afasta de mim esse clice
Pai, afasta de mim esse clice
De vinho tinto de sangue

Como beber dessa bebida amarga
Tragar a dor, engolir a labuta
Mesmo ca ...

De Todas As Maneiras


De todas as maneiras
Que h de amar
Ns j nos amamos
Com todas as palavras feitas pra sangrar
J nos cortamos
Agora j passa da hora
T lindo l fora
Larga a minha mo
Solta as unhas do meu ...

Deixe A Menina


No por estar na sua presena
Meu prezado rapaz
Mas voc vai mal
Mas vai mal demais
So dez horas, o samba t quente
Deixe a morena contente
Deixe a menina sambar em paz

Eu no queria jog ...

Desalento



Sim, vai e diz
Diz assim
Que eu chorei
Que eu morri
De arrependimento
Que o meu desalento
J no tem mais fim
Vai e diz
Diz assim
Como sou
Infeliz
No meu descaminho
Diz que estou sozin ...

Deus Lhe Pague


If you believe the western sun is falling down on everyone

If you break it free and the mornings come

If you would now your time has come

If you believe the western sun is falling down ...

Deus Lhe Pague

(Gilberto Gil - Chico Buarque, 1973)

Pai, afasta de mim esse clice

Pai, afasta de mim esse clice

Pai, afasta de mim esse clice

De vinho tinto de sangue

Como beber dessa b ...

Eu Te Amo

(Chico Buarque, 1971)

Por esse po pra comer, por esse cho pra dormir

A certido pra nascer e a concesso pra sorrir

Por me deixar respirar, por me deixar existir

Deus lhe pague

Eu Te Amo

(Chico Buarque, 1971)

Por esse po pra comer, por esse cho pra dormir

A certido pra nascer e a concesso pra sorrir

Por me deixar respirar, por me deixar existir

Deus lhe pague

Fado Tropical



Oh, musa do meu fado
Oh, minha me gentil
Te deixo consternado
No primeiro abril
Mas no s to ingrata
No esquece quem te amou
E em tua densa mata
Se perdeu e se encontrou
Ai, esta terra ...

Fantasia




E se, de repente
A gente no sentisse
A dor que a gente finge
E sente
Se, de repente
A gente distrasse
O ferro do suplcio
Ao som de uma cano
Ento, eu te convidaria
Pra uma fantasia ...

Feijoada Completa


Mulher
Voc vai gostar
T levando uns amigos pra conversar
Eles vo com uma fome que nem me contem
Eles vo com uma sede de anteontem
Salta cerveja estupidamente gelada prum batalho
E vamos b ...

Feijoada Completa

(Tom Jobim - Chico Buarque, 1980)

Ah, se j perdemos a noo da hora

Se juntos j jogamos tudo fora

Me conta agora como hei de partir

Se, ao te conhecer, dei pra sonhar, fiz tantos ...

Flor Da Idade



A gente faz hora, faz fila na vila do meio dia
Pra ver Maria
A gente almoa e s se coa e se roa e s se vicia
A porta dela no tem tramela
A janela sem gelosia
Nem desconfia
Ai, a prime ...

Folhetim



Se acaso me quiseres
Sou dessas mulheres
Que s dizem sim
Por uma coisa toa
Uma noitada boa
Um cinema, um botequim

E, se tiveres renda
Aceito uma prenda
Qualquer coisa assim
Como uma ...

Folhetim

(Chico Buarque, 1977)

Mulher

Voc vai gostar

T levando uns amigos pra conversar

Eles vo com uma fome que nem me contem

Eles vo com uma sede de anteontem

Salta cervej ...

Futuros Amantes

(Chico Buarque, 1978)

Se acaso me quiseres

Sou dessas mulheres

Que s dizem sim

Por uma coisa toa

Uma noitada boa

Um cinema, um botequim

E, se tiveres renda

Futuros Amantes

(Chico Buarque, 1978)

Se acaso me quiseres

Sou dessas mulheres

Que s dizem sim

Por uma coisa toa

Uma noitada boa

Um cinema, um botequim

E, se tiveres renda

Geni E O Zepelim



De tudo que nego torto
Do mangue e do cais do porto
Ela j foi namorada
O seu corpo dos errantes
Dos cegos, dos retirantes
de quem no tem mais nada
D-se assim desde menina
Na garage ...

Geni E O Zepelim

No se afobe, no

Que nada pra j

O amor no tem pressa

Ele pode esperar em silncio

Num fundo de armrio

Na posta-restante

Milnios, milnios

No ar

E quem sab ...

Gente Humilde


Tem certos dias
Em que eu penso em minha gente
E sinto assim
Todo o meu peito se apertar
Porque parece
Que acontece de repente
Feito um desejo de eu viver
Sem me notar
Igual a como
Quando e ...

Gente Humilde

De tudo que nego torto

Do mangue e do cais do porto

Ela j foi namorada

O seu corpo dos errantes

Dos cegos, dos retirantes

de quem no tem mais nada

D-se assim des ...

Gota Dgua

(Garoto - Vincius de Moraes - Chico Buarque, 1969)

Tem certos dias

Em que eu penso em minha gente

E sinto assim

Todo o meu peito se apertar

Porque parece

Que aconte ...

Gota Dgua

(Garoto - Vincius de Moraes - Chico Buarque, 1969)

Tem certos dias

Em que eu penso em minha gente

E sinto assim

Todo o meu peito se apertar

Porque parece

Que aconte ...

Histria De Uma Gata



Me alimentaram
Me acariciaram
Me aliciaram
Me acostumaram

O meu mundo era o apartamento
Detefon, almofada e trato
Todo dia fil-mignon
Ou mesmo um bom fil...de gato
Me diziam, todo mome ...

Homenagem Ao Malandro



Eu fui fazer um samba em homenagem
nata da malandragem
Que conheo de outros carnavais

Eu fui Lapa e perdi a viagem
Que aquela tal malandragem
No existe mais

Agora j no normal
...

Iolanda



Esta cano
No mais que uma cano
Quem dera fosse uma declarao de amor
Romntica
Sem procurar a justa forma
Do que me vem de forma assim to caudalosa
Te amo, te amo
Eternamente te am ...

Joana Francesa



Tu ris, tu mens trop
Tu pleures, tu meurs trop
Tu as le tropique
Dans le sang et sur la peau
Geme de loucura e de torpor
J madrugada
Acorda, acorda, acorda, acorda, acorda

Mata-me de r ...

Joo E Maria

J lhe dei meu corpo, minha alegria

J estanquei meu sangue quando fervia

Olha a voz que me resta

Olha a veia que salta

Olha a gota que falta

Pro desfecho da festa

Po ...

Joo E Maria

J lhe dei meu corpo, minha alegria

J estanquei meu sangue quando fervia

Olha a voz que me resta

Olha a veia que salta

Olha a gota que falta

Pro desfecho da festa

Po ...

Joo E Maria





Agora eu era o heri
E o meu cavalo s falava ingls
A noiva do cowboy
Era voc
Alm das outras trs
Eu enfrentava os batalhes
Os alemes e seus canhes
Guardava o meu bodoque
E ensai ...

Levantados Do Cho



Como ento? Desgarrados da terra?
Como assim? Levantados do cho?
Como embaixo dos ps uma terra
Como gua escorrendo da mo?

Como em sonho correr numa estrada?
Deslizando no mesmo lugar?
...

Meu Caro Amigo




Meu caro amigo me perdoe, por favor
Se eu no lhe fao uma visita
Mas como agora apareceu um portador
Mando notcias nessa fita
Aqui na terra 'to jogando futebol
Tem muito samba, muito cho ...

Meu Caro Amigo

Meu caro amigo me perdoe, por favor

Se eu n?o lhe fa?o uma visita

Mas como agora apareceu um portador

Mando not?cias nessa fita



Aqui na terra 't?o jogando futebol

Minha Histria

(Francis Hime - Chico Buarque, 1976)

Meu car amigo me perdoe, por favor

Se eu no lhe fao uma visita

Mas como agora apareceu um portador

Mando notcias nessa fita

Aqui na t ...

Minha Histria

(Francis Hime - Chico Buarque, 1976)

Meu car amigo me perdoe, por favor

Se eu no lhe fao uma visita

Mas como agora apareceu um portador

Mando notcias nessa fita

Aqui na t ...

Minha Histria (gesbambino)



Ele vinha sem muita conversa, sem muito explicar
Eu s sei que falava e cheirava e gostava de mar
Sei que tinha tatuagem no brao e dourado no dente
E minha me se entregou a esse homem perdida ...

Morena De Angola

(Dalla - Palotino)

verso de Chico Buarque, 1970

Ele vinha sem muita conversa, sem muito explicar

Eu s sei que falava e cheirava e gostava de mar

Sei que tinha tatuagem no brao ...

Morena De Angola

(Dalla - Palotino)

verso de Chico Buarque, 1970

Ele vinha sem muita conversa, sem muito explicar

Eu s sei que falava e cheirava e gostava de mar

Sei que tinha tatuagem no brao ...

Mulheres De Atenas




Mirem-se no exemplo daquelas mulheres de Atenas
Vivem pros seus maridos, orgulho e raa de Atenas
Quando amadas, se perfumam
Se banham com leite, se arrumam
Suas melenas
Quando fustigadas n ...

Mulheres De Atenas

(Chico Buarque, 1980)

Morena de Angola que leva o chocalho amarrado na canela

Ser que ela mexe o chocalho ou o chocalho que mexe com ela

Morena de Angola que leva o chocalho amarrra ...

No Sonho Mais

(Chico Buarque - Augusto Boal, 1976)

Mirem-se no exemplo daquelas mulheres de Atenas

Vivem pros seu maridos, orgulho e raa de Atenas

Quando amadas, se perfumam

Se banham com le ...

No Sonho Mais

(Chico Buarque - Augusto Boal, 1976)

Mirem-se no exemplo daquelas mulheres de Atenas

Vivem pros seu maridos, orgulho e raa de Atenas

Quando amadas, se perfumam

Se banham com le ...

Noite Dos Mascarados Ft Elis Regina

Chico]

Quem ? voc??



[Elis]

Adivinha se gosta de mim



[Coro]

Hoje os dois mascarados

Procuram os seus namorados

Perguntando assim

...

Noite Dos Mascarados Ft Elis Regina

Chico]

Quem ? voc??



[Elis]

Adivinha se gosta de mim



[Coro]

Hoje os dois mascarados

Procuram os seus namorados

Perguntando assim

...

No Existe Pecado Ao Sul Do Equador




No existe pecado do lado de baixo do Equador
Vamos fazer um pecado rasgado, suado, a todo vapor
(Vamos fazer um pecado safado debaixo do meu cobertor) *
Me deixa ser teu escracho, capacho, t ...

No Sonho Mais




Hoje eu sonhei contigo
Tanta desdita, amor
Nem te digo
Tanto castigo
Que eu tava aflita de te contar

Foi um sonho medonho
Desses que s vezes a gente sonha
E baba na fronha
E se urina ...

O Cio Da Terra

(Chico Buarque, 1979)

Hoje eu sonhei contigo

Tanta desdita, amor

Nem te digo

Tanto castigo

Que eu tava aflita de te contar

Foi um sonho medonho

Desses que s v ...

O Cio Da Terra

(Chico Buarque, 1979)

Hoje eu sonhei contigo

Tanta desdita, amor

Nem te digo

Tanto castigo

Que eu tava aflita de te contar

Foi um sonho medonho

Desses que s v ...

O Jumento


Jumento no
Jumento no
O grande malandro da praa
Trabalha, trabalha de graa
No agrada a ningum
Nem nome no tem
manso e no faz pirraa
Mas quando a carcaa ameaa rachar
Que coic ...

O Meu Amor



Teresinha: O meu amor
Tem um jeito manso que s seu
E que me deixa louca
Quando me beija a boca
A minha pele toda fica arrepiada
E me beija com calma e fundo
At minh'alma se sentir beijad ...

O Meu Guri




Quando, seu moo, nasceu meu rebento
No era o momento dele rebentar
J foi nascendo com cara de fome
E eu no tinha nem nome pra lhe dar
Como fui levando, no sei lhe explicar
Fui assim le ...

O Meu Guri

(Milton NascimentoChico Buarque)

Debulhar o trigo

Recolher cada bago do trigo

Forjar no trigo o milagre do po

E se fartar de po

Decepar a cana

Recolher a garapa da ...

O Que Ser

(Chico Buarque, 1981)

Quando, seu moo, nasceu meu rebento

No era o momento dele rebentar

J foi nascendo com cara de fome

E eu no tinha nem nome pra lhe dar

Como fui levan ...

O Que SeraQue Sera

1.-

O que sera?, que sera??

Que andam suspirando palas alcovas?

Que andam sussurrando em versos e trovas?

Que andam combinando no brau das tocas?

Que anda nas cabeas ...

O Que SeraQue Sera

1.-

O que sera?, que sera??

Que andam suspirando palas alcovas?

Que andam sussurrando em versos e trovas?

Que andam combinando no brau das tocas?

Que anda nas cabeas ...

O Que Ser ( Flor Da Pele)



O que ser que me d
Que me bole por dentro, ser que me d
Que brota flor da pele, ser que me d
E que me sobe s faces e me faz corar
E que me salta aos olhos a me atraioar
E que me ape ...

Olha Maria



Olha, Maria
Eu bem te queria
Fazer uma presa
Da minha poesia
Mas hoje, Maria
Pra minha surpresa
Pra minha tristeza
Precisas partir

Parte, Maria
Que ests to bonita
Que ests to aflit ...

Olhos Nos Olhos




Quando voc me deixou, meu bem
Me disse pra ser feliz e passar bem
Quis morrer de cime, quase enlouqueci
Mas depois, como era de costume, obedeci

Quando voc me quiser rever
J vai me en ...

Olhos Nos Olhos

(Chico Buarque, 1976)

O que ser que ser

Que andam suspirando pelas alcovas

Que andam sussurando em versos e trovas

Que andam combinando no breu das tocas

Que anda nas cab ...

Palavra De Mulher



Vou voltar
Haja o que houver, eu vou voltar
J te deixei jurando nunca mais olhar pra trs
Palavra de mulher, eu vou voltar
Posso at
Sair de bar em bar, falar besteira
E me enganar
Com qua ...

Paratodos


O meu pai era paulista
Meu av, pernambucano
O meu bisav, mineiro
Meu tatarav, baiano
Meu maestro soberano
Foi Antonio Brasileiro

Foi Antonio Brasileiro
Quem soprou esta toada
Que cobri ...

Paratodos

(Chico Buarque, 1976)

Quando voc me deixou, meu bem

Me disse pra ser feliz e passar bem

Quis morrer de cime, quase enlouqueci

Mas depois, como era de costume, obedeci

Qua ...

Partido Alto





Diz que deu, diz que d
Diz que Deus dar
No vou duvidar, nega
E se Deus no d
Como que vai ficar, nega
Diz que Deus diz que d
E se Deus negar, nega
Eu vou me indignar e cheg ...

Passaredo




Ei, pintassilgo
Oi, pintaroxo
Melro, uirapuru
Ai, chega-e-vira
Engole-vento
Sara, inhambu
Foge, asa-branca
Vai, patativa
Tordo, tuju, tuim
X, ti-sangue
X, ti-fogo
X, rouxinol, s ...

Pedao De Mim

O meu pai era paulista

Meu av, pernambucano

O meu bisav, mineiro

Meu tatarav, baiano

Meu maestro soberano

Foi Antonio Brasileiro

Foi Antonio Brasileiro

Quem s ...

Pedao De Mim

O meu pai era paulista

Meu av, pernambucano

O meu bisav, mineiro

Meu tatarav, baiano

Meu maestro soberano

Foi Antonio Brasileiro

Foi Antonio Brasileiro

Quem s ...

Pedro Pedreiro

(Chico Buarque, 1978)

Oh, pedao de mim

Oh, metade afastada de mim

Leva o etu olhar

Que a saudade o pior tormento

pior do que o esquecimento

pior do que se entrev ...

Pedro Pedreiro

(Chico Buarque, 1978)

Oh, pedao de mim

Oh, metade afastada de mim

Leva o etu olhar

Que a saudade o pior tormento

pior do que o esquecimento

pior do que se entrev ...

Piruetas


Uma pirueta
Duas piruetas
Bravo, bravo
Superpiruetas
Ultrapiruetas
Bravo, bravo
Salta sobre
A arquibancada
E tomba de nariz
Que a moada
Vai pedir bis
Que a moada
Vai pedir bis

Quatr ...

Pivete


Monsieur have money per mangiare

No sinal fechado
Ele vende chiclete
Capricha na flanela
E se chama Pel
Pinta na janela
Batalha algum trocado
Aponta um canivete
E at
Dobra a Carioca, ol ...

Quando O Carnaval Chegar

(Chico Buarque, 1965)

Pedro pedreiro penseiro esperando o trem

Manh, parece, carece de esperar tambm

Para o bem de quem tem bem

De quem no tem vintm

Pedro pedreiro fica a ...

Quando O Carnaval Chegar

(Chico Buarque, 1965)

Pedro pedreiro penseiro esperando o trem

Manh, parece, carece de esperar tambm

Para o bem de quem tem bem

De quem no tem vintm

Pedro pedreiro fica a ...

Quem Te Viu, Quem Te V



Voc era a mais bonita das cabrochas dessa ala
Voc era a favorita onde eu era mestre-sala
Hoje a gente nem se fala, mas a festa continua
Suas noites so de gala, nosso samba ainda na rua

...

Retrato Em Branco E Preto



J conheo os passos dessa estrada
Sei que no vai dar em nada
Seus segredos sei de cr
J conheo as pedras do caminho
E sei tambm que ali sozinho
Eu vou ficar, tanto pior
O que que eu p ...

Rio 42


Se a guerra for declarada
Em pleno domingo de carnaval
Vers que um filho no foge luta
Brasil, recruta
O teu pessoal

Se a terra anda ameaada
De se acabar numa exploso de sal
Se aliste, ...

Roda Viva

(Chico Buarque, 1972)

Quem me v sempre parado, distante

Garante que eu no sei sambar

Tou me guardando pra quando o carnaval chegar

Eu t s vendo, sabendo, sentindo, escutando

Roda-viva




Tem dias que a gente se sente
Como quem partiu ou morreu
A gente estancou de repente
Ou foi o mundo ento que cresceu
A gente quer ter voz ativa
No nosso destino mandar
Mas eis que chega a ...

Rosa-dos-ventos




E do amor gritou-se o escndalo
Do medo criou-se o trgico
No rosto pintou-se o plido
E no rolou uma lgrima
Nem uma lstima
Pra socorrer

E na gente deu o hbito
De caminhar pelas tre ...

Samba De Orly



Vai meu irmo
Pega esse avio
Voc tem razo
De correr assim
Desse frio
Mas beija
O meu Rio de Janeiro
Antes que um aventureiro
Lance mo

Pede perdo
Pela durao (Pela omisso)*
Dess ...

Samba Do Grande Amor




Tinha c pra mim
Que agora sim
Eu vivia enfim o grande amor
Mentira
Me atirei assim
De trampolim
Fui at o fim um amador
Passava um vero
A gua e po
Dava o meu quinho pro grande amor ...

Se Eu Fosse O Teu Patro



Os homens cantam: Eu te adivinhava
E te cobiava
E te arrematava em leilo
Te ferrava a boca, morena
Se eu fosse o teu patro

Ai, eu te tratava
Como uma escrava
Ai, eu no te dava perdo
...

Sob Medida

(Chico Buarque, 1967)

Tem dias que a gente se sente

Como quem partiu ou morreu

A gente estancou de repente

Ou foi o mundo ento que cresceu

A gente quer ter voz ativa

Sob Medida

(Chico Buarque, 1967)

Tem dias que a gente se sente

Como quem partiu ou morreu

A gente estancou de repente

Ou foi o mundo ento que cresceu

A gente quer ter voz ativa

Sonho Impossvel




Sonhar
Mais um sonho impossvel
Lutar
Quando fcil ceder
Vencer o inimigo invencvel
Negar quando a regra vender
Sofrer a tortura implacvel
Romper a incabvel priso
Voar num limite ...

Suburbano Corao



-Quem vem l
Que horas so
Isso no so horas, que horas so
voc, o ladro
Isso no so horas, que horas so
Quem vem l
Blim blem blo
Isso no so horas, que horas so

A casa est ...

Tanto Amar


Amo tanto e de tanto amar
Acho que ela bonita
Tem um olho sempre a boiar
E outro que agita

Tem um olho que no est
Meus olhares evita
E outro olho a me arregalar
Sua pepita

A metade d ...

Tanto Amar

(Chico Buarque, 1979)

Se voc cr em Deus

Erga as mo para os dus

E agradea

Quando me cobiou

Sem querer acertou

Na cabea

Eu sou sua alma gmea

Sou sua fmea< ...

Tanto Mar




PRIMEIRA VERSO (1975)*

Sei que ests em festa, p
Fico contente
E enquanto estou ausente
Guarda um cravo para mim

Eu queria estar na festa, p
Com a tua gente
E colher pessoalmente
...

Tanto Mar

(Chico Buarque, 1981)

Amo tanto e de tanto amar

Acho que ela bonita

Tem um olho sempre a boiar

E outro que agita

Tem um olho que no est

Meus olhares evita

E ...

Tatuagem



Quero ficar no teu corpo feito tatuagem
Que pra te dar coragem
Pra seguir viagem
Quando a noite vem
E tambm pra me perpetuar em tua escrava
Que voc pega, esfrega, nega
Mas no lava

Qu ...

Tatuagem

(Chico Buarque, 1975)

Sei que ests em festa, p

Fico contente

E enquanto estou ausente

Guarda um cravo pra mim

Eu queria estar na festa, p

Com a tua gente

E co ...

Teresinha



O primeiro me chegou
Como quem vem do florista
Trouxe um bicho de pelcia
Trouxe um broche de ametista
Me contou suas viagens
E as vantagens que ele tinha
Me mostrou o seu relgio
Me chamav ...

Tira As Mos De Mim



Ele era mil
Tu s nenhum
Na guerra s vil
Na cama s mocho
Tira as mos de mim
Pe as mos em mim
E v se o fogo dele
Guardado em mim
Te incendeia um pouco

ramos ns
Estreitos ns
En ...

Todo O Sentimento



Preciso no dormir
At se consumar
O tempo
Da gente
Preciso conduzir
Um tempo de te amar
Te amando devagar
E urgentemente
Pretendo descobrir
No ltimo momento
Um tempo que refaz o que de ...

Todo O Sentimento

(Chico Buarque - Ruy Guerra, 1973)

Quero ficar no teu corpo feito tatuagem

Que pra te dar coragem

Pra seguir viagem

Quando a noite vem

E tambm pra me perpetuar em tua es ...

Trocando Em Midos

Preciso no dormir

At se consumar

O tempo

Da gente

Preciso conduzir

Um tempo de te amar

Te amando devagar

E urgentemente

Pretendo descobrir

No ltim ...

Trocando Em Midos

Preciso no dormir

At se consumar

O tempo

Da gente

Preciso conduzir

Um tempo de te amar

Te amando devagar

E urgentemente

Pretendo descobrir

No ltim ...

Trocando Em Midos


Eu vou lhe deixar a medida do Bonfim
No me valeu
Mas fico com o disco do Pixinguinha, sim ?
O resto seu
Trocando em midos, pode guardar
As sobras de tudo que chamam lar
As sombras de tudo ...

Vai Levando



Mesmo com toda a fama
Com toda a brahma
Com toda a cama
Com toda a lama
A gente vai levando
A gente vai levando
A gente vai levando
A gente vai levando essa chama

Mesmo com todo o emblem ...

Vai Levando

(Francis Hime - Chico Buarque, 1978)

Eu vou lhe dar a medida do Bonfim

No me valeu

Mas fico com o disco do Pixinguinha, sim?

O resto seu

Trocando em midos, pode guardar< ...

Vai Trabalhar Vagabundo


Vai trabalhar, vagabundo
Vai trabalhar, criatura
Deus permite a todo mundo
Uma loucura
Passa o domingo em famlia
Segunda-feira beleza
Embarca com alegria
Na correnteza

Prepara o teu docum ...

Vai Trabalhar Vagabundo

(Caetano Veloso - Chico Buarque, 1975)

Mesmo com toda a fama

Com toda a brahma

Com toda a cama

Com toda a lama

A gente vai levando

A gente vai levando

A gente ...

Valsinha


Um dia ele chegou to diferente do seu jeito de sempre chegar
Olhou-a dum jeito muito mais quente do que sempre costumava olhar
E no maldisse a vida tanto quanto era seu jeito de sempre falar
E ...

Valsinha

(Chico Buarque, 1975)

Vai trabalhar, vagabundo

Vai trabalhar, criatura

Deus permite a todo mundo

Um loucura

Passa o domingo em fam'ilia

Segunda-feira beleza

E ...

Vida


Vida, minha vida
Olha o que que eu fiz
Deixei a fatia
Mais doce da vida
Na mesa dos homens
De vida vazia
Mas, vida, ali
Quem sabe, eu fui feliz

Vida, minha vida
Olha o que que eu fiz
...

Vida

(Vinicius de Moraes - Chico Buarque, 1970)

Um dia ele chegou to diferente do seu jeito de sempre chegar

Olhou-a dum jeito muito mais quente do que sempre costumava olhar

E no maldiss ...

Voc Vai Me Seguir



Voc vai me seguir
Aonde quer que eu v
Voc vai me servir
Voc vai se curvar
Voc vai resistir
Mas vai se acostumar
Voc vai me agredir
Voc vai me adorar
Voc vai me sorrir
Voc vai se ...