peoples.ru

Pes Delcalos


Voc pertence a uma raa antiga
De ps descalos e de sonhos brancos
Foi poeira e a poeira volta
E o ferro exposto ao calor brando

Voc mordeu a ma
E renunciou ao paraso
E condenou a tal serpente
Isso o que voc quis

Por milnios e milnios
Vem correndo pelo mundo
Enfrentando dinossauros
Sem um teto e sem escudo

E agora est aqui
Querendo ser feliz
Chorando como um menino
Seu destino

Voc pertence a uma raa antiga
De ps descalos e de sonhos brancos
Foi poeira e a poeira volta
E o ferro exposto ao calor brando

Construiu um mundo exato
Acabado e perfeito
Cada coisa calculada
No espao e no tempo
E eu que sou um caos completo
Uma entrada, uma sada,
Uma regra, uma medida,
So conceitos que no entendo

E agora est aqui
Querendo ser feliz
Chorando como um menino
Seu destino

Voc pertence a uma raa antiga
De ps descalos e de sonhos brancos
Foi poeira e a poeira volta
E o ferro exposto ao calor brando

Voc pertence a uma raa antiga
De ps descalos e de sonhos brancos
Foi poeira e a poeira volta
E o ferro exposto ao calor brando

Saudar o vizinho
Acordar uma hora
Trabalhar cada dia
Para viver a vida
Contestar mais aquilo
E sentir menos isto
E que Deus nos ampare
Desses maus pensamentos

Cumprir toda a tarefa
Freqentar o colgio
Que diria a famlia
Se voc fracassar
Calce sempre sapatos
Sem barulho na mesa
S com meias palavras
E gravatas nas festas

As mulheres se casam sempre antes dos trinta
Se acreditam que pouco
E ainda assim no te aceitam
No baile dos quinze anos
No deixe de comprar
Uma fina champagne
E uma valsa danar
E uma valsa danar

Pes Delcalos /